Não tá funcionando? Mude!

Essa semana aqui no VMC está sendo toda sobre mudanças e recomeços.

Semana passada percebi que algumas coisas aqui no site não estavam funcionando pra mim ou não estavam do jeito que eu queria. Então resolvi mudar.

Essa mudança ainda está acontecendo e estou percebendo como é difícil mudar algumas coisas. Principalmente se você colocou bastante esforço e dedicação.

Por isso resolvi falar sobre o assunto essa semana.

Por que muitas vezes a gente sabe que as coisas não estão muito boas, as vezes a gente percebe que certas situações não estão funcionando ou não estão como você acha que elas deveriam estar.

Mas mudar é tão difícil, né? Sair desse lugar onde a gente tá e ir em direção a algo diferente e desconhecido é doloroso as vezes.

08.04 - 04
Não tenha medo de mudar a rota

Acho que tem muito a ver com a educação que a gente recebe e com a forma como a sociedade se organiza, mas a gente tem pavor de mudar de direção.

Principalmente se tem a ver com mudanças radicais, como relacionamento, trabalho e onde você mora.

Parece que, a partir de determinado momento da vida, a gente é obrigado a viver com aquelas escolhas feitas há muito tempo atrás e que é impossível, feio e horrível mudar.

Perceber, por exemplo, 5, 10, 15 anos depois que a escolha profissional que você fez com 18 anos não lhe faz feliz e que você quer fazer outra coisa não tem nada de mais. É só recomeçar.

Mas recomeçar tanto tempo depois? Com essa idade? Você tem saco?

Não é melhor recomeçar e ser feliz, do que viver com o que conhece e ser uma pessoa frustrada e infeliz pelos próximos 50 anos?

Não tenha medo de recalcular a rota da sua vida para a direção dos seus verdadeiros sonhos, daquilo que você realmente quer fazer

Nós só temos uma vida e, apesar de não parecer, ela é muito curta e o tempo passa muito rápido. Qual o objetivo de ter o emprego badalado, a casa dos sonhos e o carro do ano se, por dentro, você está infeliz?

Tome as rédeas da sua vida e desapegue do que os outros acham que a sua vida deveria ser, do conceito de sucesso dos outros e viva pelos seus próprios padrões de sucesso e realização. Vá atrás do que você realmente quer e do que lhe faz feliz.

08.04 - 03Não se conforme

A gente passa muito tempo construindo uma vida que parecia ser exatamente o que a gente queria e, de repente, a gente percebe que nada daquilo realmente é o que faz a gente feliz.

Mas essa vida que a gente construiu é confortável e segura, a gente sabe como ela funciona, o que vai acontecer e como lidar com problemas caso eles surjam.

E aí a gente fica ali, na segurança infeliz, no conforto desconfortável, reagindo ao mundo, aos outros e aos problemas, ao invés de ser ativo e proativo com a nossa própria vida.

A gente acaba aceitando que a vida é aquilo ali que estamos vivendo e que ninguém realmente realiza seus sonhos, ninguém é totalmente feliz o tempo todo.

Mas isso não é verdade, é possível ser feliz, é possível realizar seus sonhos.

Mas, para isso, é preciso mudar, é preciso recomeçar, desapegar do que você construiu e que não te faz bem e seguir em frente na direção dos seus sonhos.

Não se conforme com uma vida medíocre quando você sabe que poderia ter uma vida extraordinária. Seja o gigante que você nasceu para ser.

08.04 - 02
Desafie, pergunte, questione

O grande problema de recomeçar e mudar as coisas em nossa vida é o medo. Medo de tudo: do resultado, do que vai acontecer, de não dar certo, de dar certo, da reação dos outros, das opiniões, dos julgamento.

E medo só se cura com coragem. E coragem vem da motivação de dentro de você.

Então desafie situações que você não quer aceitar, desafie conceitos consolidados de sucesso, fracasso, dinheiro, tempo, atitude, trabalho, estilo de vida. Desafie o que os outros pensam e o que você mesmo pensa.

Ao desafiar você acaba descobrindo se esses conceitos e situações tão comuns e corriqueiros para nós é realmente verdade para você e se você aceita ou não essa verdade. De repente, você descobre que não tinha nada daquilo e que, por exemplo, sucesso significa uma coisa completamente diferente para você.

Se pergunte sempre como você se sente em relação às situações que você sente que não estão como você acha que deveriam estar, que você não está gostando, que não estão lhe fazendo bem ou você não está gostando.

As respostas podem ser reveladoras, até mesmo lhe dando uma luz de como resolver essa situação, como mudar e qual rota tomar a partir de agora.

Questione o que lhe faz feliz, o que lhe deixa triste, com quem você gosta de passar um tempo e com quem você não gosta, o que você gosta de fazer e não gosta, que atividades gosta de praticar e tudo o mais que funciona e que não funciona na sua vida.

Esses questionamentos vão lhe trazer dicas e indícios do que realmente lhe faz feliz e como você pode ir usando essas dicas e indícios para descobrir qual mudança fazer e qual rota seguir.

Agora é a sua vez – Tem alguma coisa que você acredita que precisa mudar na sua vida? O que está te impedindo de fazer essa mudança?

Recomeçar é realmente difícil? Tem alguma dica? Deixa nos comentários que eu vou adorar saber!