Porque você deveria começar a meditar

Parece que esse vai ser um texto todo espiritual pra te convencer a largar a sua vida moderninha e ir viver de luz e brotos de bambu em uma caverna no alto do Himalaia, não é?

Mas não se preocupe, não tem nada a ver com isso.

Meditação não tem só a ver com espiritualidade nível monge-tibetano-super-sayajin. Não tem só a ver com ser vegan, vegetariano ou budista. Meditação tem a ver com controle, equilíbrio, concentração, foco e clareza.

Tem a ver com se reconectar com sua própria mente e acalmá-la, de forma a colocar seu corpo e sua mente na mesma vibe e entender as necessidades e felicidades da sua alma.

Sim, é necessário ficar alguns minutos parado em silêncio.

Não, você não vai ter um treco por isso.

07.06 - 03Benefícios

E se eu lhe disser que a meditação tem tantos benefícios, que ficar paradinho quietinho por alguns minutos parece bobagem?

Fisicamente, a meditação reduz o estresse, ansiedade, depressão, aumenta a capacidade de concentração, equilibra a respiração e a frequência cardíaca, melhora a oxigenação do corpo, atenua enxaquecas, auxilia a digestão alimentar, melhora a qualidade do sono.

A prática ainda abaixa a pressão sanguínea, os níveis de lactato sanguíneo e tensões relacionadas a dor, como dores de cabeça, insônia, dores musculares e nas articulações, aumenta a produção de serotonina, melhorando o humor e o comportamento e melhora o sistema imunológico.

Um grande benefício físico da meditação é a redução ou, até mesmo, eliminação do estresse. Quando você faz da meditação um hábito, você amplia as defesas do organismo e consegue lidar melhor com o estresse, por conta da intensificação da enzima telomerase durante a prática. Essa foi a conclusão de um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, nos EUA. Esse estudo também concluiu que há um aumento da integração e efetividade do cérebro, diminuição do metabolismo e desaceleração do funcionamento do corpo, ampliando a sensação de relaxamento.

A meditação, além de reduzir ou mesmo eliminar o estresse, tem o poder de prevenir o estresse futuro, blindando o corpo contra seus prejuízos.

Ainda mais interessante foi o estudo realizado por pesquisadores de Harvard no Massachusetts General Hospital (MGH), liderados por Sara Lazar, do Programa de Pesquisa de Neuroimagem do MGH, em que se concluiu que a prática da meditação tem o poder de reconstruir a massa cinzenta do cérebro, incluindo benefícios cognitivos e psicológicos prolongados à lista de benefícios da prática.

O estudo observou aumento da massa cinzenta no hipocampo, área do cérebro ligado à aprendizagem, memória, cognição e regulação emocional, além do aumento de estruturas ligas à autoconsciência, tomada de decisões, empatia e lembranças, desempenhando um papel importante na plasticidade do cérebro. Já a amígdala, responsável pelo instinto de ataque ou fuga e que atua principalmente na ansiedade, medo e estresse, ficou menor após 8 semanas de meditação.

Mas os benefícios não são só físicos. Muitos estudos, como os citados acima, concluíram principalmente pelos benefícios psicológicos e emocionais da meditação, como aumento do bem-estar e autoestima, estímulo à criatividade, inteligência e memória, melhora do foco, tratamento de depressão, maior auto liderança, liberdade de escolha e senso de identidade.

Maior equilíbrio e clareza mental e emocional, paciência, objetividade, compreensão e justiça. Aumento da harmonia emocional e física, desenvolvimento da consciência e autoconhecimento, superação de problemas e conflitos anteriores, principalmente de ordem afetiva e emocional.

07.06 - 02

Mas pra que serve?

Ufa, com tanto benefício assim, você deve estar se perguntando porque a prática da meditação não é mais difundida, não é mesmo?

É porque ela é muito ligada à espiritualidade, como se fosse uma prática exclusiva de monges ou pessoas iluminadas, que abriram mão de tudo pra encontrar o nirvana e descobrir as verdades do Universo.

Mas isso não é verdade. É possível incluir a meditação como um hábito na sua vida e desfrutar dos benefícios da meditação, mesmo que você continue sendo um mortal que não tenha interesse em encontrar Buda no meio da sua vida.

Isso porque a meditação não tem um objetivo específico. Ela não é uma prática exclusiva para elevar a alma. Ela é uma ferramenta, mas, mais que uma ferramenta, é uma prática, um hábito, cujos benefícios e resultados são melhores à medida em que se vai praticando.

Por isso, a meditação não tem um objetivo específico único e eu não posso lhe dizer exatamente pra que ela serve, porque ela serve pra o que o seu corpo e a sua mente estejam precisando.

O único objetivo claro da meditação é acalmar sua mente, cultivando estados mentais que sempre levem o seu corpo, alma e consciência ao equilíbrio, à paz e à felicidade e longe da dor e da confusão.

Por isso, a meditação pode mudar o curso de nossas vidas e forma como vemos a nós mesmos, a vida em geral e os nosso sonhos, porque nos ajuda a obter clareza, através de insights.

Práticas

Eu me sinto mais forte, mais feliz, mais certa de quem eu sou, dos meus sonhos e das coisas que gosto e não gosto. Aprendi a ser um pouco mais paciente, a não entrar em conflitos pelo simples prazer de ganhar uma discussão. Aprendi a calar. Aprendi a ouvir. Aprendi a controlar minhas emoções e a refletir antes de falar e responder. Tenho mais foco hoje e sei priorizar o que é importante e o que eu sei que vai me fazer feliz. E não faço nem ideia de que outros benefícios a meditação trouxe pra minha vida que eu ainda não percebi.

Não estava procurando por nada disso. Simplesmente comecei a meditar como um dos bônus que ganhei quando participei do Programa Escolha Sua Vida, da Paula Abreu – o Acredita e Medita – foram 21 dias de meditação guiada e depois daí, comecei a meditar diariamente.

Há dias que esqueço, que não tenho vontade, que começo e paro segundos depois. Claro, é normal. Como qualquer coisa da vida não adianta forçar o que não tá funcionando. Se naquele dia a meditação tá lhe deixando mais angustiado, pare e vá fazer outra coisa – continuar tentando não vai fazer a meditação funcionar e pode ser ainda pior.

Nesse programa Acredita e Medita eu descobri que existem diversas formas de praticar a meditação e que não é preciso ter um cantinho zen na sua casa, você não precisa de velas, incensos, almofadas e nem mesmo uma posição específica.

Você pode meditar com sons, com mantras, com frases, com linguagem falada ou pensada, com olhar fixo, imagens, visualizações e muitas outras formas. Não é preciso passar uma hora meditando – 5 minutos por dia já trazem benefícios incríveis.

Eu tento meditar 20 minutos por dia – 10 de manhã e 10 de noite, antes de dormir e nem sempre medito da mesma forma. Depende do dia, do que estou afim, de como estou me sentindo.

Estou escrevendo uma lista bem legal com exercícios que aprendi pra você começar a meditar, ok? Então fica ligado que essa lista vai ser maravilhosa!

Não quer esperar pela sexta e quer começar agora mesmo? Que tal com um minuto por dia? Esse vídeo é sensacional e já pode te familiarizar com a prática:

E aí, gostou de saber mais sobre meditação? Deixa um comentário e compartilha com todo mundo que você conhece – você pode ajudar alguém com a meditação. ;}