Para viver a vida que deseja, autoconhecimento é essencial

Aqui no VMC, o objetivo é criar e ajudar outras pessoas a criarem suas próprias vidas, de acordo com suas próprias vontades, talentos, criatividade e escolhas e mostrar que é possível, sim, e que outras pessoas já estão fazendo isso.

Estamos acostumados com o padrão de vida que é normal: terminar o colégio, ir pra faculdade, encontrar um emprego, trabalhar muito e se aposentar ou então passar num concurso e se aposentar.

Muito pouco se fala sobre talentos, paixões, interesses, propósito, felicidade, realização. Somos treinados em um modelo industrial de ensino, quase como um modelo de produção, passando por várias estações de montagem até alcançarmos o sucesso que é lugar comum para todos.

E muitas vezes acontece que acabamos em um trabalho que não nos identificamos, não gostamos, não vemos nenhum propósito, trabalhando de segunda a sexta pelo fim de semana e de salário a salário.

E questionar esse caminho é como se rebelar contra todos os valores cuidadosamente construídos pelos nossos antecessores, como se estivéssemos renegando e sendo ingratos por todo o trabalho que eles tiveram em construir essa vida.

Beleza-natural

Propósito e realização são definidos como alcançar o topo da sua carreira e ter todas as coisas que as pessoas deveriam ter: um imóvel financiado em um milhão de anos, um carro zero, trocado todo ano e roupas de marca da temporada.

Sonhos, talentos, paixões são deixados para depois: depois da aposentaria você começa a viajar como sempre sonhou, ou vai começar a praticar aquele hobby que você sempre quis, como pintar, desenhar, costurar, tocar, escrever, dançar.

O que se esquece hoje é que cada um de nós é uma pessoa diferente, com conhecimentos, talentos e paixões diferentes e, provavelmente, o que é bom para alguém não vai ser bom para outra pessoa.

Mas há algum tempo venho acompanhando uma mudança silenciosa (ou não tão silenciosa assim), em que muitas pessoas e principalmente os mais jovens estão questionando tudo o que conhecemos, tudo o que é normal na vida da gente e construindo seus vidas e seus trabalhos em torno do estilo de vida que desejam ter.

Essas pessoas fazem sacrifícios, deixam coisas e pessoas para trás, com o intuito de fazerem o que sempre sonharam, a trabalhar com aquilo que acreditam ser o que deveriam fazer para sempre, ou invés de encontrar um emprego que seja explicável para os amigos e a família.

Por algum motivo eles começaram a se questionar se estavam felizes naquela vida e se valia a pena o sofrimento para ter aquele estilo de vida que nem gostavam tanto assim e começaram uma jornada em busca de seus sonhos.

Primeiro, autoconhecimento é uma peça chave nessa jornada, pois somente se conhecendo é possível construir algo que seja de valor para nós. Então, saber quem você é, porque você está onde está, o que você sabe fazer bem, quais são seus talentos, o que você pode oferecer ao mundo, porque você quer fazer algo, porque você quer mudar são perguntas simples, mas importantes para começar a construir o estilo de vida que você deseja.

Segundo, descobrir dentro da gente mesmo e definir o que se quer é essencial. É preciso definir o que é sucesso para a gente. Para uma pessoa, ter sucesso pode ser ganhar muito dinheiro, para outra pode ser ter uma empresa, para outro pode ser passar naquele concurso que você sempre quis e para outro pode ser viver do que se ama ou conhecer todos os países do mundo ou simplesmente ser feliz.

As pessoas não entendem, no entanto, é que o sucesso é diferente para cada um e não um objetivo metafísico que é igual para todos e todo conceito de sucesso merece respeito e merece ser conquistado, por mais diferente que seja.

caminhos-magicos-3

Por fim, definir qual o estilo de vida que você quer. Você quer morar em uma cidade, ter seu apartamento e viver do ama em casa? Ou você quer viver viajando o mundo, ganhando dinheiro de forma remota? Ou você quer ser um artista e você não se importa de ter que se mudar se as circunstâncias pedirem? Você quer ter muitas coisas ou uma vida minimalista? Você quer ser um engenheiro, um advogado ou um artista?

Todas as perguntas que surgem dessas escolhas são raramente dadas para nós quando estamos enfrentando as fases mais difíceis de decisões, mas são essenciais para a gente construir a vida que a gente quer ter.

E ter consciência das respostas é ainda mais importante. Não adianta saber a resposta e continuar vivendo uma vida que você não gosta por medo da mudança. Nesse caso, sugiro você a parar de procurar agora mesmo.

Construir algo próprio e personalizado do zero, dá trabalho, exige comprometimento, consistência e coragem, mas o resultado, com certeza, será muito recompensador. Viver exatamente como se quer, fazendo exatamente o que se deseja, tomando as próprias decisões, sem ficar desejando a vida de ninguém ou ser outra pessoa por um dia.

Esses são os resultados de fazer escolhas conscientes.

Nunca é tarde para começar a construir esse estilo de vida que você sonha. Comece se fazendo essas perguntas essenciais e você começará a encontrar suas próprias resposta.

Juntos nos conseguimos.

E aí? Está pronto para começar essa jornada de autoconhecimento para construir o estilo de vida que você deseja.